Minha foto
Belo Horizonte, Minas Gerais, Brazil

5 de junho de 2014

O QUE É NOSSO NÃO É MEU


O motorista parou no sinal, deu a última tragada no cigarro e jogou a guimba ainda acesa na calçada. O pedestre viu aquilo, parecia não acreditar. Recolheu a guimba no chão, ainda acesa, e jogou-a de volta dentro do carro do motorista:

- Na minha casa, não!

O motorista ficou revoltado:

- Você ficou maluco? Em tempo de furar meu banco de couro!

- Uai, mas foi você que começou! Jogou um cigarro aceso na rua... 

- Mas isso é TO-TAL-MEN-TE diferente! 

- Diferente por quê? É certo você sujar nossa rua e é um absurdo se eu devolvo a SUA sujeira pro SEU carro? É isso?

Iniciou-se um bate boca. Uma aglomeração se formou pra ver de perto a acalorada discussão. Ouviram atentamente o que cada um dizia.

Deram razão ao motorista.


2 comentários:

Cristiane disse...

Porcaria que existe. Que triste.

Ecilda disse...

Eu já "devolvi"
latinhas de cerveja.

Copyright - Todo e qualquer conteúdo deste site está protegido pela Lei 9610/98, Lei do Direito Autoral.